Blibioteca do asé"

at porto alegre, Porto Alegre, 91712-011 Brazil


Blibioteca do asé"
porto alegre
Porto Alegre 91712-011
Brazil
Contact Phone
P: 55 (51) 3341-9858
Website
-

Company Rating

2 Facebook users were in Blibioteca do asé". It's a 2 position in Popularity Rating for companies in Library category in Porto Alegre

61 FB users likes Blibioteca do asé", set it to 3 position in Likes Rating for Porto Alegre in Library category

OGÃS OS SENHORES DO CANDOMBLÉ A palavra ogã é de origem Jêjê ( Ewfon ) mais se popularizou e é usada em todas as nações do candomblé para designar o homem que é o guardião e auxiliar com muitas funções junto ao Babalorisá ou Iyalorisá. Existem muitas duvidas em relação à feitura do ogã, mas as funções são geralmente iguais na maioria dos terreiros. Antes de qualquer coisa, o candidato a se tornar um ogã da casa deve conquistar a confiança e a simpatia do chefe da casa; passando por várias etapas a começar pelo jogo de búzios, a pessoa espera ansiosa pelo dia do seu apontamento ou suspensão é quase sempre um dia de festa. O Orixá manifestado no zelador ou num ebomi da casa, dirige- se até a pessoa que será apresentada como futuro membro da comunidade no cargo de ogã; a divindade o pega pelo braço e o apresenta em seguinda o senta para as devidas congratulações dos membros, que estão alegres por mais uma escolha do santo de um novo filho e pai. Tudo isso é feito com o som dos atabaques e cânticos próprios. A primeira etapa foi cumprida e o futuro ogã se prepara sua feitura. Em algumas nações sua preparação no candomblé ocorre num tempo mais curto do que os yaos ,geralmente 7 dias. Não incorpora o Orisá, ou qualquer outra entidade, passam por muitos fundamentos ( bori, ebó, entre outros). Sua feitura denomina- se de confirmação ou seja, ele não raspa a cabeça ( em algumas nações ). Mas existe também o caso daqueles que são raspados e passam pelo mesmo processo dos yaos ( aqueles que incorporam o Orisá ), nesses casos são geralmente filhos de pais e mães- de- santo que preparam- no para poder sucedê- lo no futuro, ou por algum motivo o jogo ou o santo determina à raspagem. Cada caso é um caso a ser analisado; mas ogã em todas as nações de candomblé é auxiliar direto do zelador. No caso de herdar a casa, ele sempre vai contar com a ajuda de um Egbomy para auxiliá- lo em muitos preceitos e demais tarefas. Existem casas de candomblé com o regime patriarcal que na falta de pai- de- santo (vdumeis homens), preparam um determinado ogã para sentar ao posto, este caso temos como exemplo a casa do Bate- Folha, onde há esse costume. Os ogãs não jogam búzios a não ser algumas exceções feitas por motivos já explicados no último parágrafo. Funções de ogãs Alabe (Ketu), Xicaramgoma (Angola), Runto (Jeje), são tocadores de atabaques, Axogum (Ketu), Tata Poko (Angola), Pejigam (Jeje) são os encarregados dos sacrifícios dos animais e em outros casos zela pelo quarto onde mora as divindades que recebem sacrifícios. Na nação Jeje o runto, pejigam cuidam das noviças que estão baldas ( desmaiados), antes de entrarem para os quartos. Os ogãs são os guardiões dos terreiros, ajudam na manutenção. No passado muitos candomblés na época da perseguição policial não foram profanados devido a influência de muitos ogãs ligados ao terreiro. Ocupam vários cargos da casa de Òrìxà. Os mais conhecidos são. ONÍÌLU, tocadores de atabaques. ALAGBÈ, o chefe dos tocadores de atabaques, é o Ogan responsável pelos toques rituais, alimentação, conservação e preservação dos instrumentos musicais sagrados Atabaques. Nos ciclos de festas é obrigado a se levantar de madrugada para que faça a alvorada. Se uma autoridade de outro Axé chegar no terreiro, o Alagbê tem de lhe prestar as devidas homenagens.. AXÒGÚN, é um sacerdote, um dos cargos mais importantes e de muita responsabilidade, ele é um especilista no que faz, é o Ogan encarregado do sacrifício dos animais votivos nas cerimônias do Candomblé Ketu. Deve ser pessoa de absoluta confiança do lider religioso, precisa ter boa memória, saber as técnicas complexas para a execução de suas tarefas, não pode cometer nenhum erro. Dependendo do prestígio do Axogun, poderá ser convidado por outros sacerdotes de outras casas para exercer suas funções em caso de grandes obrigações. AFICODE, que deve referencia ao quarto de oxossi chefe do Aramefa (quadro de ogans do quarto de oxossi composto por seis ogans) PEJIGÁN, O responsavel pelos axés da casa, do terreiro. Primeiro Ogan na hirarquia, zela e guarda o PEJI. LEHIN, responsável pela manutenção dos quartos de oxossi e ogun. BABA MOROTONAN, responsável por tudo que envolver o quarto de omolu etc. BALOGUN, responsavel pelo quarto de Ogun OGOTUN, ogã responsavel pelos axés e quarto de Oxum Alugbin: Ogan de Oxalufan e Oxaguian que toca o Ilù dedicado a Oxalá. Assogbá: Ogan ligado ao Ilê Omolú e cultos de Obaluaiye, Nanã, Egun e Exú. Elémòsó: Ogan ou Àjòiè de Oxaguian, ligados ao Ilê Oxalá. OgaláTebessê: Dono dos toques, cânticos e danças. Trabalha em conjunto com o Alagbê, possui sub-posto Otun e Osi. Ojuoba: Posto de honra no Ilê Xangô e possui sub-posto Otun e Osi. Abogun: Ogan que cultua Ogun. Ypery: Ogan ou Àjòiè de Odé Temos ainda outros cargos, q depende mto da nação ou de casa para casa.

Published on 2013-03-13 04:22:46 GMT

Ogum é um dos deuses mais populares dentro do panteão africano tanto em território Cubano como Brasileiro, Ogum é considerado o Deus mais importante para a evolução evolução humana. Ogum é o Deus ferreiro, ele é o responsável pela criação das ferramentas que proporcionaram aos homens se libertarem da instabilidade da vida, antes de Ogum, os homens viviam uma vida tensa e de forma nômade já que não sabiam cultivar a terra, com o Axé de Ogum foi permitido aos homens a dádiva da evolução. Ogum é o Deus da tecnologia, é o Deus da continuidade. Na África Ogum é considerado o Orixá da caça, no Brasil ele perde este posto para sei filho Oxóssi. No Brasil Ogum é considerado o Deus da Guerra, sendo que na África este posto é dado a Xangô, pode-se dizer que ambos são Deuses da Guerra com distinções sutis, Ogum é o Deus da Guerra para a defesa do que se possui e Xangô é o Deus da Guerra para a conquista do poder e da supremacia. Ogum é o senhor dos metais, principalmente do ferro, Ogum é considerado filho de Iemanjá e Obatalá, e irmão de Exú. Sua mãe em terra seria Tabutu e seu pa Ororinnã. Conta-nos uma lenda que o povo iorubá veio do Egito, e que chegando a Ile Ife, eles se reuniram como um povo, surgindo daí o axé dos Orixás. Na ida para Ile Ife, eles tiveram que abrir caminho pela mata. Embora Oxalá tentasse com seu cajado, não conseguiu. Então pediram a Ogum que fosse na frente de todos os orixás, abrindo o caminho com sua espada de ferro. Pôr isso canta-se “ Ogum bagada e Ogum bagada”. Quando chegaram em Ile Ifé, Ogum recebeu o título de “Lakaye Oxin Imole”, que significa que ele é um orixá cultuado no mundo inteiro, e portanto rei de todas as nações, o senhor dos caminhos. (babalorisa TONINHO DE SANGO)

Published on 2013-03-12 14:35:52 GMT

em breve algumas postagens aguardem ..............asé pra quem tem direito....