Gatinho Feliz

Produzimos lindos Arranhadores para seu gatinho sob encomenda!!!


Gatinho Feliz

Brasília
Brazil
Contact Phone
P: 61.82356159
Website
-

Company Rating

38 Facebook users were in Gatinho Feliz. It's a 4 position in Popularity Rating for companies in Pet services category in Brasília, Brazil

926 FB users likes Gatinho Feliz, set it to 10 position in Likes Rating for Brasília, Brazil in Pet services category

Bom dia Amiguateiras!!!!!!!! Que o dia de vocês seja lindo e abençoado!!!!!!

Published on 2014-07-10 14:31:56 GMT

Bom dia Amigateiras, hoje e a terceira e ultima parte de como acariciar um gato por Rafael Bemerguy. 5- Quando um gato empurra a cabeça contra sua mão, este é um sinal de que quer ser acariciado nesse momento. Se você estiver ocupado no momento, pelo menos tente acariciá-lo uma ou duas vezes, para fazer com que o gato saiba que você não o está ignorando. 6- Quando um gato pular em seu colo e se deitar, acaricie-o uma vez e pare se o gato se tornar inquieto. Ele pode estar apenas querendo deitar no colo e relaxar, pois os seres humanos são uma grande fonte de calor corporal. 7-Ronronar é um sinal de que o gato se sente sociável e quer atenção. Quando o gato começar a se esfregar em você, se roçar em suas pernas ou demonstrar de outra forma que quer carinho, é importante que você demonstre que está pronto para lhe dar atenção. Às vezes, tudo o que o gato quer é que você passe a mão sobre o seu pelo uma vez para dar-lhe um pouco de carinho, como um aperto de mão ou uma saudação, em vez de uma longa sessão de abraços e carícias. Espero que tenham gostado das dicas de acariciar nossos peludinhos. Que todos tenham um excelente dia e amem seus peludinhos cada dia mais. Abraços da Família Gatinho Feliz.

Published on 2014-06-12 13:18:32 GMT

Como Acariciar um Gato Criado por Rafael Bemerguy - 2ª parte 3 - Corra a palma da mão suavemente no pescoço e ao longo das costas, passando-a sobre toda a pelagem do animal até chegar à cauda, para em seguida começar novamente. Aplique uma pressão suave e faça com que o movimento seja lento e contínuo. Não toque na cauda, nem mova sua mão ao longo do lado do corpo do gato. Se o gato gostar do que você está fazendo, ele vai arquear as costas para adicionar mais pressão na sua mão. Quando você levar a sua mão de volta para onde você começou, o gato pode esfregar a parte de cima da cabeça com firmeza contra a sua mão, para incentivá-lo a acariciá-lo novamente. Se o gato colocar as orelhas para trás ou se esquivar para longe de sua mão, ou simplesmente sair de perto, pare de o acariciar. Mantenha-se acariciando-o desde a cabeça até a cauda, sem mudar de direção. Também é importante que você não dê tapinhas no gato, pois isto poderia assustá-lo. Alguns gatos gostam, mas alguns não, e se você não está acostumado a estar em torno de gatos, é melhor não experimentar, a menos que você queira correr o risco de ser mordido ou arranhado. Você pode coçar suavemente, conforme você passa a mão ao longo das costas do gato, mas não pare em um local e fique o coçando apenas ali. Mantenha a mão em movimento. Há gatos que gostam de ser coçados na junção entre a cauda e as costas, e alguns até mesmo na cauda, mas alguns têm o hábito de agarrar sua mão com os dentes repentinamente, quando acharem que já tiveram o suficiente. 4- Fique longe da barriga do gato. Quando os gatos estão relaxados, eles podem rolar e ficar com a barriga exposta. Você nem sempre deve tomar isso como um convite para coçar a barriga do felino, pois muitos gatos não gostam disso. Alguns gatos gostam, mas podem interpretar sua carícia como um convite para brincar com você ou lutar com as garras de brincadeira, do mesmo modo que os gatos fazem enquanto estão brincando uns com os outros. O gato vai apertar suas garras em torno de sua mão, morder e arranhar vigorosamente com as patas posteriores. Isso nem sempre é um sinal de ataque; é como alguns gatos "lutam" uns contra os outros. No entanto, não é algo que você gostaria de tentar se você ainda não se sente confortável com gatos; você não quer correr o risco de ter a sua pele toda mordida ou arranhada. Mas se você se sente bem confortável com gatos, poderia aproveitar este momento em que o animal está com a barriga para cima para esfregá-la. Se o gato o agarrar com as patas, mantenha-se quieto e espere sem se mover até que o gato solte suas garras. Se necessário, use a outra mão para puxar a pata e conseguir desprender as garras da sua pele. Se as garras ficarem presas na pele, as unhas o arranharão mais profundamente, mesmo que o felino não tivesse a intenção de machucá-lo. Isto ocorre porque o animal tenta livrar as garras e faz movimentos bruscos, o que acaba por agravar o ferimento. Eles usam as garras para segurar e agarrar, então se ele sentir que você parou de se mover, seu instinto será parar também. Você apenas precisa manter a calma e, com o máximo de cuidado possível, retirar as unhas de sua pele. Quando os gatos estão brincando uns com os outros e um dá um tapa no outro, se as unhas ficam presas, o gato que foi "atacado" fica imóvel esperando que o outro gato retraia as garras. De certo modo, será isto que você precisará fazer. Não brinque com os pés de um gato, a menos que você conheça bem o gato e saiba que ele gosta que brinquem com seus pés. Comece apenas o acariciando, para deixá-lo calmo e relaxado, para depois poder tocar um pé uma vez com o dedo. Se o gato não se opor, acaricie levemente o pé do felino com um dedo na direção dos pelos (dos pulsos para os dedos). Se em qualquer momento o gato puxar o pé para longe de você, sibilar, achatar as orelhas ou for embora, pare. Muitos gatos não gostam que mexam em seus pés de modo nenhum, mas podem ser treinados para não atacar se algumas medidas forem tomadas e se você fizer as coisas da maneira correta. Você pode treinar o gato usando um sistema de recompensas, com petiscos e carinho. Também é possível utilizar proteção nas pontas das unhas do animal, para que elas não machuquem, ou levar o animal para um profissional cortá-las. No entanto, isto não deve ser feito se o gato vive fora de casa, pois suas garras são uma arma de defesa contra outros animais. Fique por dentro das curiosidades de nossos peludinhos. Família Gatinho Feliz amo todos vocês e seus peludinhos!!!

Published on 2014-06-11 13:45:43 GMT

Como Acariciar um Gato Criado por Rafael Bemerguy Acariciar um gato pode parecer simples, mas as pessoas que nunca passaram muito tempo em torno de gatos, assim como as crianças, devem saber o que fazer e não fazer ao tentar se aproximar e tocar em um gato. Usar muita força ou velocidade ou acariciar o bichano no lugar errado pode agitar alguns gatos, fazendo com que ele(a) acabe por morder ou arranhar. Uma boa orientação geral é a de considerar como você preferia que um estranho o tocasse ou se aproximasse de você. Se você pode deixar claro ao gato com suas ações que você está procurando permissão para tocá-lo, e que no final das contas será o gato quem terá o controle sobre a interação, será muito menos provável que você instigue uma resposta negativa no gato. Por fim, você precisa entender que gatos machos e fêmeas geralmente têm gostos diferentes; lugares que você poderia tocar em um macho poderiam irritar uma fêmea. 1- Deixe o gato cheirar você antes de acariciá-lo, para que ele possa se sentir confortável com você. Estenda a mão ou os dedos e dê ao gato a chance de encostar o nariz nos seus dedos. Se ele não mostrar nenhum interesse em sua mão ou apenas olhar com desconfiança para a mão estendida, reconsidere a sua intenção de acariciá-lo. Você pode tentar outra hora, quando o gato poderá estar em um humor melhor. Alguns gatos simplesmente não são tão amigáveis. No entanto, se o gato cheirar sua mão e talvez até decidir esfregar a mandíbula ou o lado da cabeça contra sua mão, ou esfregar o lado do corpo em você, muito provavelmente o bichano está aberto a ser acariciado. Abra a palma da sua mão e toque suavemente no corpo do animal. 2- Acaricie levemente a cabeça do gato com os dedos. Concentre-se na área entre ou atrás das orelhas. Use as pontas dos dedos e aplique uma pressão suave. Embora alguns gatos possam gostar de ser coçados, não é uma boa idéia tentar fazer isto enquanto você não está familiarizado com os gatos, de um modo geral. Você pode acabar coçando o animal com muita força ou muito rápido. Alguns gatos vão ficar nervosos se você os coçar de uma forma diferente do modo que eles estão familiarizados. É muito difícil, no entanto, errar o modo de acariciá-los, se você estiver usando os dedos. Os gatos gostam de ser coçados de trás para a frente. Enquanto alguns gatos simplesmente adoram ser acariciados sob a mandíbula, outros ficam um pouco nervosos quando estranhos tentam fazer a mesma coisa. Amanhã tem mais dicas........

Published on 2014-06-10 19:02:16 GMT

BOM DIA Amigateiras. Vejam algumas curiosidades de nossos peludinhos: Os gatos puros brancos com olhos azuis são muitas vezes propensos à surdez Os gatos usam os bigodes para medirem as distâncias Um cérebro de um gato tem mais similaridades com o cérebro humano do que um cão Os gatos andam com os dedos O padrão do nariz de um gato é tal e qual a impressão digital de um humano, é único À noite os gatos veem 6 vezes melhor do que os humanos Os gatos necessitam de 5 vezes mais proteína do que os cães, por isso, não se deve dar comida de cão a um gato Os gatos passam cerca de 30% do tempo a limparem-se e pentearem-se Um gato salta 5 vezes a sua altura Um gato tem 11,6% mais ossos do que um ser humano Um gato tem cerca de menos 23% de músculos do que um ser humano Um gato tem mais vértebras na sua coluna do que um ser humano Cada orelha de um gato tem 32 músculos, enquanto a de um ser humano apenas tem 6 Uma orelha de gato roda 180 graus Um gato tem uma audição mais sensível do que os humanos ou cães O campo de visão de um gato é cerca de 185 graus e a sua visão periférica é cerca de 285 graus Um gatinho bebé abre usualmente os seus olhos por volta dos 7 a 10 dias de idade Um gatinho começa a ouvir cerca das 2 semanas de vida Um gato tem 80 milhões de células olfativas enquanto um humano tem apenas 20 milhões Os olhos dos gatos existem em 3 formatos: redondos, epicânticos ou amendoados Os gatos têm 24 vibrissas (bigodes) Cada almofada de bigodes tem 4 filas Os gatos têm 30 dentes, enquanto os cães têm 42 e os humanos 32 O maxilar de um gato não se movimenta lateralmente Quando bebem, os gatos sorvem o líquido para trás com a língua A cor dos olhos de um gatinho vai mudando à medida que o tempo passa Os gatos domésticos ronronam ao mesmo tempo que expiram e inspiram Os gatos têm 5 dedos nas patas da frente e 4 nas patas de trás O gato mais pesado até hoje pesava 20 quilos (o peso médio de um gato doméstico é entre 3 e 4 quilos) A temperatura normal de um gato é de 38ºC Um gato inspira cerca de 20 a 40 vezes por minuto Um gato pode correr a 50 km por hora O pulso normal de um gato é 2 vezes mais rápido que o humano Os gatos usam a cauda para manter o balanço Cerca de 10% dos ossos do gato estão na cauda A raça Ragdoll é a maior raça, enquanto a Singapura é a menor Um gato normal é 4 vezes maior do que um de raça Singapura A refeição média de um gato é equivalente a 5 ratos Os gatos foram domesticados há metade do tempo que os cães Ronronar nem sempre é um sinal de felicidade: um gato pode ronronar quando está com dores A gestação de uma gata dura 9 semanas Uma gata fêmea pode atingir a sua maturidade sexual entre 6 a 10 meses de idade Durante o período reprodutivo da vida de uma gata, uma fêmea pode ter mais de 100 gatinhos Os gatos recebem um sentido de segurança pela voz do dono, por isso, deve-se ter atenção ao tom da voz (um gato percebe se estiver a gritar com ele, no entanto, isso não significa que ele se interesse) Um gato com 10 anos de idade corresponde a 50 anos de vida humana O tempo de vida médio de um gato doméstico é de 16 anos O gato mais idoso até hoje foi um gato russo que morreu em 1939 um dia depois do seu 36º aniversário Há um ditado que diz que quando um gato dorme com as 4 patas enroladas debaixo do corpo, vem aí muito frio O gato era um animal sagrado no antigo Egito – matar um gato era punido com a morte Os antigos egípcios foram o primeiro povo a domesticar os gatos Os antigos egípcios rapavam as sobrancelhas como sinal da morte de um gato O temperamento de algumas raças de gatos como o Bengala, Birmanês ou Ocicat, entre outras, é semelhante ao do cão, estes gatos são mais propícios a treinos como o sentar, ir buscar, rebolar... As famílias de gatos funcionam melhor em números pares, gatos e gatinhos devem ser adotados em pares, sempre que possível

Published on 2014-06-05 14:05:56 GMT

Dicas e Curiosidades sobre os gatos Mania de acordar o dono "Os gatos sabem instintivamente o momento exato em que o dono vai acordar... Então, eles o acordam dez minutos antes" - Jim Davis, o criador do gato Garfield Em primeiro lugar, o gato gosta de receber atenção do dono. A crença de que o gato se apega à casa e não ao seu dono é totalmente "furada". Enquanto seu gatinho dorme o dia todo (provavelmente nas horas em que você está fora, trabalhando), no momento em que você chega, ele quer sua atenção, sua companhia e seu carinho. Então além da crença de que ele sabe o momento em que você irá acordar, ele também pode estar te acordando porque quer que você gaste um tempinho com ele, brinque, ofereça comida, etc, como uma forma de mostrar que se preocupa com seu gatinho. Planeje gastar um tempinho com ele quando você chega, ou um pouco antes de ir dormir. Brinque, ofereça comida, faça ele gastar energia e mostre que gosta de estar perto dele. O fato de ele gastar energia e se alimentar à noite com você pode diminuir a vontade que ele tem de te acordar e pedir companhia/comidinha. Mas pode ser que ele te acorde mesmo assim. Jamais brigue com seu gatinho por isso - gatos não associam as punições que recebem, como os cachorros fazem. Ele se tornará um animal medroso e não irá agir como você deseja. O ideal é que você atenda os pedidos dele e até se antecipe a eles - como no caso de gastar uns minutos de sua noite, em um horário estabelecido por você - até que ele se acostume com isso.