Magia dos Pés - Podologia

at SCLN 402 BL A SUBSOLO 64, Brasília, 70834510 Brazil

Tratamentos de Calos e Calosidades, Unhas Encravadas (Onicocriptose), Tratamentos de Verrugas, Higienização, Micoses e Órteses.


Magia dos Pés - Podologia
SCLN 402 BL A SUBSOLO 64
Brasília 70834510
Brazil
Contact Phone
P: 6133263788
Website
http://www.magiadospes.com

Description

Em breve!!! A mais nova Clínica de Podologia de Brasília, Tratamentos de Calos e Calosidades, Unha Encravadas (Onicocriptose), Tratamento de Verrugas, Higienização, Micose e Órteses. Profissionais altamente qualificados e formados pelo SENAC.

Opening time

  • Mondays: 08:00- 20:00
  • Tuesdays: 08:00- 20:00
  • Wednesdays: 08:00- 20:00
  • Thursdays: 08:00- 20:00
  • Fridays: 08:00- 20:00
  • Saturdays: 08:00- 16:00

Company Rating

5 Facebook users were in Magia dos Pés - Podologia. It's a 83 position in Popularity Rating for companies in Spas/beauty/personal care category in Brasília, Brazil

329 FB users likes Magia dos Pés - Podologia, set it to 95 position in Likes Rating for Brasília, Brazil in Spas/beauty/personal care category

Boa tarde!!! Segue mais uma dica útil, muita pessoa são acometidas por problemas da famosa "frieira" ou ainda Pé de atleta, seja aqui suas causas, cuidados e tratamentos para acaber com esse grande incomodo. A origem das frieiras: As frieiras resultam de uma reação anormal do organismo a temperaturas particularmente baixas, em climas úmidos, e afetam principalmente as zonas da pele das extremidades, mais expostas ao frio: mãos, nariz, orelhas e pés. No caso dos pés, as zonas mais susceptíveis são as que se encontram sob maior pressão devido ao calçado. As frieiras não são mais do que zonas da pele lesionadas e inflamadas, as quais podem assumir uma coloração que varia do vermelho ao violeta/roxo. O aparecimento destas lesões dá-se quando o organismo não consegue responder adequadamente a variações, mais ou menos bruscas, de temperatura. Assim, a exposição ao frio provoca uma vasoconstrição, com estreitamento dos vasos sanguíneos (vénulas e arteríolas existentes na derme), dificultando a circulação sanguínea ao nível das extremidades do corpo. Perante um aumento de temperatura, especialmente quando este é rápido, a quantidade de sangue que chega às extremidades é superior mas o organismo não consegue reverter a vasoconstrição induzida pelo frio. Como resultado desta falta de resposta atempada, dá-se um extravasamento de sangue proveniente dos vasos sanguíneos para os tecidos circundantes, provocando a reação inflamatória, acompanhada de necrose celular e edema. São vários os sintomas que caracterizam as frieiras: - Sensação de queimadura; - Prurido (muitas vezes intenso); - Ardor; - Dor; - Edema; - Ferida (em situações mais graves. Estes sintomas tornam-se mais intensos e incomodativos durante a exposição ao calor. Frieiras – uma situação aguda ou crônica? As frieiras podem ser classificadas como agudas ou crônicas, de acordo com a natureza e persistência dos sintomas que as caracterizam. Situações agudas são auto limitadas no tempo, e a circulação arterial mantém-se normal. Ocorrem 12 a 24 horas após a exposição ao frio, são acompanhadas de prurido intenso, podem afetar mais do que uma zona (geralmente pés e dedos das mãos) e duram 7 a 14 dias. Apesar do seu carácter auto limitado, podem ocorrer recorrências, sempre que há exposição ao frio. Situações crônicas acontecem quando a repetida exposição ao frio provoca lesões persistentes, que podem ter início no Outono e só desaparecer na Primavera. Nestes casos, as zonas da pele onde surgem as frieiras podem sofrer alterações mais acentuadas e permanentes. Frieiras – Causas e Factores condicionantes Qualquer pessoa pode ter frieiras. Contudo, o seu aparecimento é mais frequente em jovens mulheres, com idades compreendidas entre os 15 e os 30 anos, crianças e idosos. Mas não é só a idade que determina a maior ou menor predisposição para a ocorrência de frieiras, também algumas patologias e situações particulares podem aumentar o risco de desenvolvimento desta situação, nomeadamente: • Problemas de circulação; • Lúpus eritematoso; • Doença vascular periférica devida a diabetes, tabagismo e hiperlipidemia; • Anemia; • Baixo peso ou nutrição deficiente; • Alterações hormonais (ex. gravidez); • Doença e fenômeno de Raynaud; • Antecedentes familiares. Remédio para frieira: Um dos remédios mais utilizados no Brasil para frieira é uma pomadas anti-fúngica chamada Cetaconazol. A pomada deve ser passada 1 vez ao dia, após o banho, com a pele devidamente seca. O tempo de tratamento varia muito. Alguns necessitam de poucas semanas, outros de muitos meses de tratamento consecutivo. Remédio caseiro para frieira Um excelente remédio caseiro para tratar a frieira é o alho, devido as suas propriedades anti-microbianas. Basta aplicar um dente de alho amassado no local, e deixá-lo atuar por alguns minutos diariamente até a completa remissão dos sintomas. O alho é um excelente tratamento caseiro para frieiras. Prevenção das frieiras: Como forma de prevenção das frieiras indica-se secar muito bem por entre os dedos cada vez que os molhar, evitar sapatos muito fechados e meias que não sejam de algodão. E se estiver próximo de alguém que tenha frieiras, evite o contato com a ferida dela e os objetos que entram em contato com a ferida.

Published on 2014-05-02 19:14:40 GMT

A Magia dos Pés, deseja a todos nossos amigos, parceiros, colaboradores e clientes, uma ótima Páscoa.

Published on 2014-04-18 22:27:14 GMT

Bom dia a todos. Quando devo procurar os serviços de um podólogo? Muitas vezes, ao sentir dor nos pés, as pessoas acabam "tentando" resolver o problema. Na maioria das vezes as pessoas que apresentam podopatias não procuram o especialista, por simples falta de informação, ou seja, desconhecem a existência de profissionais qualificados. Os problemas mais conhecidos dos pés e que são facilmente resolvidos por um podólogo são: 1. Unhas Encravadas 2. Calos 3. Calosidades 4. Correção de unhas (órtese) 5. Fissuras

Published on 2014-07-03 14:03:08 GMT

Boa noite!!! Como parte de um processo de modernização, a Magia dos Pés mudou sua logo, deixando-a com uma identidade mais marcante.

Published on 2014-06-06 00:27:56 GMT

Bom dia a todos... Em breve a Magia dos Pés, em um processo de modernização, irá trocar sua logo marca, deixando-a com a identidade mais marcante. Com esse processo também será lançados novas promoções e serviços.

Published on 2014-06-04 13:55:45 GMT

Boa noite a todos!!! Em breve mais novidades e promoções na Magia dos Pés... Continuando as nossas dicas: 1. A Podologia estuda as possíveis doenças que podemos ter nos pés e o Podólogo é o único profissional especializado, qualificado e adequado para tratar qualquer tipo de enfermidade que a pessoa venha a ter nos pés; 2. Como os pés são a sustentação do nosso corpo e sofrem com as alterações que temos no decorrer da nossa vida, não devem ser “deixados de lado”; 3. Para ter uma maior assepsia e higienização, aposte em sabonetes liquidos e antissépticos; 4. Para evitar rachaduras. é necessário aumentar o consumo de água e também a hidratação nos pés, que pode ser ajudada com o uso de cremes específicos; 5. Caso você tenha rachaduras nos pés, evite lixá‐los em casa, uma vez que essa prática pode aumentar e/ou sangrar as fissuras já existentes; 6. Outra dica para você que tem rachaduras nos pés: não use sapatos abertos (chinelos e rasteirinhas) e sim fechados; 7. Para que seus pés transpirem, é necessário que utilizar meias de algodão (sem costuras), já que elas são ótimas para promover uma maior absorção do suor; 8. Se você tem bromidrose (chulé) há algumas técnicas que ajudam a diminuir o odor: • Faça um 1 litro de chá preto (que é bactericida e antisséptico) e deixe-o esfriar. Em uma bacia, coloque o líquido já frio e deixe seus pés imersos por 15 minutos. Caso você tenha a pele bem clara, tome cuidado, pois o chá preto pode escurece-la. • Coloque bolinhas de gude em uma bacia e 2 litros de água quente. Deixe seus pés 20 minutos imersos e use as bolinhas de gude para massagea-los. 9. Caso você sofra de dores musculares, é indicado colocar 6 gotas de alecrim e 6 gotas de lavanda em uma bacia com 2 litros de água; 10. Se você tem fungos nos pés, coloque em uma bacia com 2 litros de água: 5 gotas de tea tree + 2 gotas de alecrim + 1 gota de lavanda; 11. Caso você sofra problemas de circulação, é indicado colocar em uma bacia com 2 litros de água: 8 gotas de gerânio + 7 gotas cipreste; PS: para os itens 9,10 e 11, é necessário colocar em uma colher de sobremesa, um pouco de mel e pingar as gotas das essências, para então colocar os ingredientes na água. Isso ajudará na diluição.

Published on 2014-05-21 00:46:56 GMT

Bom dia a todos!!! A bromidrose (Odores do Corpo), que pode a atacar várias partes do corpo, quando concentrado do pé é comumente conhecido com "chulé" existe tratamento, segue algumas dicas: As glândulas sudoríparas estão espalhadas por toda a extensão da pele e são responsáveis pela produção do suor. Sua principal função é regular e manter a temperatura do corpo que deve permanecer em torno de 36,5º. Existem dois tipos de glândulas sudoríparas: as écrinas e as apócrinas. As écrinas estão distribuídas pela superfície total do corpo desde o nascimento e têm função termorreguladora. O suor que eliminam pelos poros é constituído basicamente por água e alguns sais que não se decompõem. Por isso, praticamente não exalam nenhum cheiro. As apócrinas, por sua vez, desenvolvem-se em apenas algumas regiões do corpo: axilas, área genital, couro cabeludo, ao redor dos mamilos. O suor que secretam é eliminado através dos folículos pilosos e, além de água e alguns sais, contém restos celulares e do metabolismo que podem produzir odores desagradáveis quando expostos à ação de bactérias e fungos, em ambientes em que calor, umidade e falta de luz sejam predominantes. Essa “condição de odor fétido devido à ação de bactérias e leveduras que decompõem o suor e restos celulares” (Manual Merck) é chamada bromidrose. Ela recebe o nome de bromidrose axilar, popularmente conhecida como cê-cê, quando o cheiro ruim se concentra na região das axilas, e de bromidrose plantar, ou chulé, quando se instala nos pés. Causas Além da ação dos micróbios, diabetes, alcoolismo, certos alimentos (cebola, alho, pimentas), alguns antibióticos e certos hormônios podem alterar o odor da transpiração, atribuindo-lhe características peculiares e desagradáveis. Sintomas O sintoma característico da bromidrose é o mau cheiro que o suor infectado por micro-organismos provoca nas axilas e nos pés. Nos pés, quando a sudorese é abundante, além do odor desagradável, podem surgir sinais de maceração e descamação da pele. Tratamento O primeiro passo é identificar a causa da bromidrose para prescrever o tratamento adequado, começando por atacar o problema de base. Qualquer que seja ela, porém, é fundamental promover a higiene cuidadosa da pele, especialmente da pele das mãos, dos pés e das axilas, uma vez que a sudorese é mais abundante nessas regiões, porque nelas está concentrado número maior de glândulas sudoríparas. O objetivo de tal medida é restringir ao máximo as condições de proliferação dos micro-organismos que conferem mau cheiro ao suor. Outro recurso é utilizar produtos de higiene (desodorantes antitranspirantes, por exemplo) que controlem a produção excessiva de suor), assim como prescrever medicamentos com ação bactericida, fungicida e antimicótica. O tratamento cirúrgico é uma solução terapêutica raramente utilizada. Na verdade, ele não tem por objetivo a cura da bromidrose, mas, sim, controlar a transpiração excessiva nas áreas de maior risco. Recomendações * Não se descuide da higiene pessoal. Seque bem a pele depois do banho, especialmente a pele das axilas e entre os dedos dos pés. Se necessário, use um secador de cabelo numa temperatura morna para eliminar os resquícios de umidade que possam favorecer a proliferação de micro-organismos; * Dê preferência aos sabonetes antissépticos e aos desodorantes antiperspirantes; * Troque de roupas todos os dias. Atualmente, existem produtos que ajudam a eliminar os odores durante a lavagem; * Evite as roupas de tecido sintético, especialmente as meias. Sempre que possível, escolha roupas de puro algodão; * Deixe os sapatos em lugares ventilados enquanto estão fora de uso; * Prefira os calçados abertos e fabricados com matérias-primas naturais aos fechados e produzidos com material sintético; * Fuja da automedicação. Consulte um dermatologista para orientar o tratamento, se o odor da transpiração está se tornando inconveniente.

Published on 2014-05-07 00:43:05 GMT

Bom dia a todos, a Magia dos Pés deseja a todos seus amigos, parceiros e clientes uma excelente semana. Após esse feriado agitado, marque sua hora para começar a semana ainda melhor, com seus pés bem cuidados.